Amores Gays, Bissexuais e Transsexuais na MPB: celebrando a diversidade sexual

cropped-postal-diversidade-sexualEstá gerando bastante confusão a recente escolha do deputado Marco Feliciano como presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara de Deputados.  Convocado para proteger minorias e direitos humanos, ele parece estar mais interessado em defender os “direitos cristãos”. Acusações de homofobia e racismo estão colocando sua posição em questionamento e gerando protestos online e em várias cidades brasileiras. 

Se a política brasileira inclui vozes raivosas contra orientações sexuais diferentes, a música popular brasileira também não fica atrás. Na sua história, encontram-se canções de caráter homofóbico e racista. Porém a MPB também apresenta significativamente vários hits, ao longo das décadas, que oferecem uma posição mais aberta e acolhedora da diversidade sexual.

Dê uma olhadinha abaixo nesta seleção de músicas que celebram a diversidade sexual e espantam a homofobia  e o medo da diferença.

Masculino e Feminino – Pepeu Gomes

Em pleno anos 80, Pepeu Gomes, cantor e guitarrista, vestia-se com roupas coloridas e cabelos idem, e usava batom e maquiagem. Sua beleza e mensagem questionavam as rígidas fronteiras entre os gênero masculino e feminino. Nesta bela canção, Pepeu fala de um Deus masculino e feminino e assume-se também como tal, e em favor da alegria, da beleza e da fantasia. Uma bela canção pop que caiu no gosto de muitos jovens da época.

A namorada – Carlinhos Brown

O ano de 1997 trouxe um Carlinhos Brown que botou as pessoas para dançar embalados pela história da moça de família conservadora e que namora outras meninas. A música contagiante virou hit instantâneo!

Obrigado Não – Rita Lee

Também em 1997, a roqueira Rita Lee lançou este clipe que mostrou pela primeira vez em TV aberta o beijo entre dois homens. A letra de forma inteligente questiona e faz refletir sobre uma série de temas importantes: aborto, obrigatoriedade do voto e do alistamento militar, além do casamento gay.

Ele me deu um beijo na boca – Caetano Veloso

Em 1982, Caetano Veloso lançou o disco Cores & Nomes cuja contra-capa mostrava Caetano beijando um homem na boca. O album também inclui esta canção. O beijo, citado na letra e título, parece dar início a uma conversa filosófica. O beijo é retratado como um evento natural, quase sem importância diante das discussão que se desenrola.

Meninos e Meninas – Legião Urbana

Legião Urbana, uma das bandas de rock de maior sucesso dos anos 80, tinha como figura central o cantor Renato Russo. Dentre numerosos sucessos, Meninos e Meninas, é o único em que o cantor torna explícita sua orientação sexual. A letra fala de preferências: (“Gosto de São Francisco e São Sebastião/ E eu gosto de meninos e meninas”), e também de decepções:( “Te fiz comida, velei teu sono/ Fui teu amigo, te levei comigo/ E me diz: pra mim o que é que ficou?”). 

Não estou bem certa – Marina Lima

Nesta canção a versão em Português escrita por Marina Lima para a música Sign your Name de Terence Trent Darby mostra alguém que sem preconceitos está a questionar seu desejo. A letra diz ” Será que você será a dama que me completa?
Será que você será o homem que me desperta?”. Sutil, elegante e suingada é esta versão de Marina.

 Tola foi Você – Angela Ro Ro

Angela Ro Ro, sempre assumiu sua autenticidade e sexualidade. Talentosa compositora, já esteve envolvidas em vários escândalos que nunca conseguiram ofuscar a beleza de suas canções. A letra da música avisa: “Tola foi você ao me abandonar / Desprezando tanto amor que eu tinha a dar / Agora veja bem, o mal é vai e vem, só esperar”.
Esta canção foi lançada no seu primeiro album Angela Ro Ro em 1979 e virou um dos clássicos do seu repertório.

Dá um Close Nela – Erasmo Carlos

Nos anos 80, a transsexual Roberta Close, virou um sexy symbol no Brazil. Extremamente popular, posou nua antes de depois da cirurgia, e sua beleza física atraiu muitos fãs. Alguns a admiravam secretamente, outros não esconderam sua predileção. O Cantor Erasmo Carlos caiu nas teias da sua sedução e compôs esta música em homenagem à modelo. A letra exalta a beleza de Roberta Close.

Esse Mundo – Vange Leonel

Cantora assumidamente lésbica, Vange Leonel, compôs esta canção Esse Mundo para seu álbum solo lançado em 1991. Embora a canção de maior sucesso deste álbum tenha sido Noite Preta, ainda assim Esse Mundo obteve grande aceitação do público. A letra otimista convida a se libertar de medos e mágoas e a estar no mundo de forma livre e leve. Inevitavelmente tornou-se um hino da comunidade GLBT.

Pai e Mãe – Gilberto Gil

Delicada cancão de Gilberto Gil que foi lançada no famoso álbum Refazenda. A letra é um recado a seu pai para que não se aborreça com suas expressões homoafetivas. A letra diz: “Diga a ele que não se aborreça comigo / Quando me vir beijar outro homem qualquer /Diga a ele que quando eu beijo um amigo / Estou certo de ser alguém como ele é / Alguém com sua forca pra me proteger / Alguém com seu carinho pra me confortar / Alguém com olhos e coração bem abertos para me compreender”.

Mais uma obra prima de Gil!

Estas belas canções exaltam a diversidade sexual e a expressão livre das diferenças.  Voce teria alguma a adicionar a esta lista?

*Se você se interessa em assinar a petição que pretende a anular a escolha do Deputado Marco Feliciano como Presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, clique aqui.

Advertisements
This entry was posted in Textos & Canções and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s