Eterno Aprendiz em Busca de Só Ser

0901050534571solitude

Eis que na madrugada dirigia de volta pra casa procurando na rádio uma companhia pro passeio pelas ruas desertas. Mudava de estação em busca da companhia certa. Então de repente me vi ouvindo uma canção que me levou aos meus 18 anos. Comecei a me entregar aquela experiência. Me observava, curioso, como que à distância, olhando aquele mundo que agora parecia distante. Aquela idade, aquele personagem, aquela realidade quase tinham um sabor, um cheiro, e com certeza, havia algumas músicas que se grudaram a experiências marcantes ou momentos simples que vivenciei. A música continuava a tocar e tocava magicamente minhas memórias trazendo à tona sentimentos e sensações. Talvez fosse  saudade, talvez nostalgia, talvez só um luto de se observar à distância uma fase de vida que passou. So sei que percebi um desconforto apesar de toda curiosidade. Continuei nesta viagem enquanto a música soava. Ao findar, respirei, continuei a observar a paisagem, e a procurar uma nova canção curioso por saber onde eu e a música iríamos juntos. Ainda em contato com o sentimento incômodo nostálgico e da realização da passagem do tempo e das limitações humanas, mudo novamente de estação e encontro uma linda canção de Gilberto Gil na bela voz de Zizi Possi, ouvi atentamente a canção “Preciso Aprender a Só Ser”.

A voz de Zizi era uma deliciosa nutrição pros meus órgãos mais sutis. E então, quando ouvi o trecho “Eu preciso aprender a só ser…”, aquela parte descortinou um significado profundo que trouxe uma resolução pro sentimento nostálgico anterior. Dentro de mim uma resolução tranquila, aceitante e pacífica me disse:

“Sim, é isso, preciso aprender a aceitar a simplesmente ser…Ser cada e toda experiência e deixar como um rio elas passarem por mim. Largá-las sem querer segurá-las comigo ou revivenciá-las…Só ser a cada segundo… a cada minuto viver a preciosidade e simplicidade de ter vivências especiais ou cotidianas. Sim, preciso aprender a só ser…Aprender pois implica uma prática, um exercício, que provavelmente nunca se findará…um eterno aprendiz em busca de só ser.”

flat,550x550,075,f

Advertisements
This entry was posted in MPB, Potencial Terapêutico da Música, Textos & Canções, Uncategorized and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s